História

Último combate

Discursos

Frases

Amigos

Poemas

Cartas

Links

Livros

Jovem comunista

Fidel

Encontro com Fidel

Carta de Fidel

Traição de Fidel

Apelo

Fotos

Resumo


Discursos

Che fala ao povo cubano na "Rádio Rebelde" durante a revolução TEXTO ORIGINAL: "Durante todos los meses... ya son dieciséis los meses que llevamos en la Sierra Maestra, han venido periodistas de muchas partes del mundo y se han preocupado de...digamos, la parte anecdótica de esta guerra de guerrillas. Hoy aprovecho la oportunidad de la visita de un periodista cubano para dar al pueblo de Cuba el primer saludo que tengo oportunidad de dar. Un pueblo que he decidido defender conociéndolo solamente a través de la acción y el pensamiento de nuestro jefe, Fidel Castro." TRADUÇÃO: Por todos os meses... nós havíamos ficado aqui em Sierra Maestra por dezesseis meses... muitos jornalistas de todas as partes do mundo vinham aqui e eles se preocupavam com... digamos, a parte anedotal dessa guerra de guerrilhas. Hoje, eu aproveito a oportunidade da visita de um jornalista cubano pra enviar a primeira saudação que eu tive chance de mandar ao povo cubano. Pessoas que eu decidi defender conhecendo apenas através dos pensamentos e ações de nosso comandante, Fidel Castro." 


_________________________________________________________

Che em entrevista com a US-Television [1964]
TEXTO ORIGINAL: "Lisa Howard: Así pues, Comandante Guevara, tenemos la impresión de que dos de sus problemas más importantes son esa dificultad a la hora de disciplinar al pueblo a un estado comunista y una especie de asfixiante burocracia... Che: Nuestros problemas ¿no? (asegurándose de que entendió bien) Lisa Howard: Sí Che: Nuestros dos problemas principales son: el imperialismo y el imperialismo. Entonces, después, pueden venir los demás. Pero ahora le puedo contestar a la pregunta que usted me hace." TRADUÇÃO: "Lisa Howard: Então, Major Guevara, tem se apresentado para nós que dois dos seus problemas essenciais são esta dificuldade de disciplinar as pessoas ao estado comunista e um tipo de burocracia sufocadora... Che: Nossos problemas, certo? (tendo certeza de que havia entendido a pergunta devidamente). Lisa Howard: Sim. Che: Nossos dois mais importantes problemas são o imperialismo e o imperialismo. Por isto, o resto pode vir mais tarde. Mas, agora, eu posso lhe dar uma resposta à pergunta que você faz." 


_________________________________________________________

Che discursa nas Nações Unidas [1964] TEXTO ORIGINAL: "Esta epopeya que tenemos delante la van a escribir las masas hambrientas de indios, de campesinos sin tierra, de obreros explotados. La van a escribir las masas progresistas, los intelectuales honestos y brillantes que tanto abundan en nuestras sufridas tierras de América Latina." TRADUÇÃO: "O conjunto épico das operações militares em nossa frente, será escrito por massas de índios famintos, de lavradores sem terras, de trabalhadores explorados. Será escrito pelas massas progressivas, os honestos e brilhantes intelectuais que são abundantes em nossa extensa sofredora terra da América Latina." 

_________________________________________________________

Che discursa para a juventude cubana sobre a importância dos estudos TEXTO ORIGINAL: "Los jóvenes... yo entre ellos... tenemos que estudiar y estudiar fuerte. Para nosotros no hay eso de que la vista me duele, que no me entra la lectura, que se me cansa, que no hay espejuelos, que tengo muchas guardias, que los niños no me dejan dormir... todas esas cuestiones, todas esas cosas que andan por ahí sueltas. Hay que estudiar de todas todas." TRADUÇÃO: "Os jovens... e eu me vejo como um... nós precisamos estudar e estudar pesado. Nós não devemos dizer que meus olhos ardem ou que eu não gosto de ler, que eu fico cansado, que não há óculos, que eu tenho muita vigia, que as crianças não me deixam dormir... todas essas coisas que as pessoas levantam. Nós precisamos estudar por todos os meios." 


_________________________________________________________

Che fala sobre a situação em Congo em 1965, onde pára-quedistas franceses atacaram Stanleyville, para derrubar o presidente socialista Lumumba e sobre a crueldade do imperialismo TEXTO ORIGINAL: "Tomaron por asalto la ciudad de Stanleyville, masacraron una cantidad grande de ciudadanos y, como acto último, después de haberlos ultimado bajo la estatua del prócer Lumumba, volaron la estatua del ex-presidente del Congo. Eso nos indica a nosotros dos cosas. Primero, la bestialidad imperialista... bestialidad que no tiene una frontera determinada ni pertenece a un país determinado. Bestias fueron las hordas hitleristas, como bestias son los norteamericanos hoy, como bestias son los paracaidistas belgas, como bestias fueron los imperialistas franceses en Argelia. Porque es la naturaleza del imperialismo la que bestializa a os hombres, la que los convierte en fieras sedientas de sangre que están dispuestas a degollar, asesinar, a destruir hasta la última imagen de un revolucionario, de un partidario de un régimen que haya caído bajo su bota o que luche por su libertad." TRADUÇÃO: "Eles invadiram a cidade de Stanleyville, eles massacraram muitos cidadãos, e, como ato final, depois de matar as pessoas bem ao lado da estátua do digno Lumumba, eles explodiram a estátua do presidente formador do Congo. Isso nos mostra duas coisas. Primeiro, a crueldade do imperialismo. Uma crueldade que não tem fronteiras e não pertence a nenhum país em particular. As multidões hitlerianas eram animais, da mesma forma que os norte americanos são animais agora e os pára-quedistas belgas eram animais também assim como os franceses foram animais na Algéria. Porque essa é a natureza do imperialismo que faz as pessoas se tornarem animais com sede de sangue, dispostos a decapitar, a massacrar, a destruir até mesmo a última imagem de um revolucionário, de um defensor de um governo subjugado ou de um batalhador pela liberdade do país." 

_________________________________________________________


Fidel lê a carta de Che onde este explica por que deixou Cuba TEXTO ORIGINAL (trecho): "Fidel: Me recuerdo en esta hora de muchas cosas, de cuando te conocí en casa de María Antonia, de cuando me propusiste venir, de toda la tensión de los preparativos. Un día pasaron preguntando a quién se debía avisar en caso de muerte y la posibilidad real del hecho nos golpeó a todos. Después supimos que era cierto, que en una Revolución se triunfa o se muere (si es verdadera). Otras tierras del mundo reclaman el concurso de mis modestos esfuerzos. Yo puedo hacer lo que te está negado por tu responsabilidad al frente de Cuba y llegó la hora de separarnos. Sépase que lo hago con una mezcla de alegría y dolor; aquí dejo lo más puro de mis esperanzas de constructor y lo más querido entre mis seres queridos... y dejo un pueblo que me admitió como un hijo... Hasta la victoria siempre. ¡Patria o Muerte! Te abrazo con todo fervor revolucionario. Che" TRADUÇÃO: "Fidel: Neste momento eu lembro de muitas coisas - quando eu lhe conheci na casa de Maria Antonia, quando você sugeriu a minha vinda, todas as tensões envolvidas nos preparativos. Um dia eles perguntaram quem deveria ser notificado em caso de morte, e a real possibilidade daquele fato afetou a todos nós. Depois nós soubemos que era verdade, que em uma revolução se ganha ou se morre (se for uma verdadeira revolução). Raramente há um chefe de estado que tenha sido mais brilhante do que você naqueles dias. Eu também tenho orgulho de ter seguido você sem hesitação, identificado com o modo de pensar e de avaliar perigos e princípios. Outras nações do mundo chamaram por minhas modestas realizações. Eu posso fazer o que lhe é proibido por causa de sua responsabilidade como a cabeça de Cuba, e o tempo tem vindo para nós dividirmos. Eu quero que fique entendido que eu faço isso misturando sentimentos de alegria e tristeza: eu deixo aqui minhas mais puras esperanças como um edificador, e o mais estimado daqueles que eu amo. E deixo as pessoas que me receberam como um filho. Sempre avançando para a vitória! Nosso país ou morte! Eu abraço você com todo meu fervor revolucionário. Che." 


_________________________________________________________

Fidel discursa sobre Che após a morte deste TEXTO ORIGINAL: "Si queremos expresar cómo queremos que sean los hombres de las futurasgeneraciones, debemos decir: que sean como El Che. Si queremos decir cómo deseamos que se eduquen nuestros niños, debemos decir sin vacilación: queremos que se eduquen en el espíritu del Che." TRADUÇÃO: "Se nós quisermos expressar como queremos que os homens sejam no futuro, devemos dizer: nós queremos que eles sejam como Che. Se nós quisermos dizer como queremos que nossas crianças sejam educadas, devemos dizer sem hesitação: queremos que eles cresçam no espírito de Che."